INSS ressuscita aposentada dada como morta

Publicado em: 17/02/2015

Depois de ser dada como morta pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e ficar sem receber a aposentadoria do mês, como o Diário revelou ontem, Maria Aparecida Bueno do Amaral, de 68 anos, vai poder sacar o dinheiro amanhã. O INSS reconheceu ontem, por meio de nota, que bloqueou o pagamento da aposentada depois de receber denúncia de que ela estava morta e de que a família estava recebendo o dinheiro em seu lugar.

A denúncia teria chegado à Ouvidoria da Previdência Social em novembro, segundo o INSS. O denunciante chegou a informar o nome completo da aposentada e o CPF dela. Um funcionário do INSS teria ido até a residência da aposentada, mas ela não teria sido localizada. Diante da situação, o INSS decidiu bloquear o pagamento da aposentada, por medida de segurança, até que a família se manifestasse.

Dona Maria já imaginava que uma falha de comunicação foi responsável por todo o transtorno. É estranho porque eu cheguei procurar o INSS quando a funcionária veio atrás de mim. Uma vizinha me avisou. Eu estava na casa da minha filha, pois tinha operado.
Ela lembra que no INSS, no fim do ano passado, uma atendente informou que estava tudo certo no cadastro junto ao Instituto.

Eu fiquei tranquila, mas levei um susto quando fui sacar o pagamento deste mês e estava devendo no banco. Ontem, ao saber pelo Diário que o pagamento foi desbloqueado e que receberá amanhã, a aposentada não se conteve de felicidade. Não acredito. Agora estou viva e com dinheiro, brincou dona Maria. Com o dinheiro, ela vai pagar as contas que estão atrasadas.

Fonte: Diário Web (12/02/2015)










Voltar